Acervo histórico da Estrada de Ferro é derrubado pela correnteza do Madeira
04/02/2014
Rondonoticias

Em Porto Velho, o desbarrancamento provocado pelas fortes correntezas do Rio Madeira continua provocando estragos. Desta vez uma peça importante da época de instalação do complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), uma caldeira, caiu no rio.


A caldeira foi usada para gerar energia no período da ferrovia. "Você acredita que a única peça de acervo importante da Estrada de Ferro é essa caldeira. Aqui é o começo de Porto Velho (Bairro Triângulo)", lamenta o ex-ferroviário Lord Jesus Brown, que é conselheiro fiscal da cooperativa da EFMM.


Lord diz que já acionou as autoridades competentes, mas não obteve resposta. A força da água do Madeira que aumenta a cada dia. Ao lado da caldeira tinha uma árvore grande, que também foi arrancada.


De acordo com Mônica Oliveira, gerente técnica do Iphan, haverá uma fiscalização no local para saber quais medidas serão tomadas com os órgãos responsáveis.