Portugal entre os sete países onde mais aumentou a tensão social, diz OIT
03/06/2013
diariodigital

Para além de Portugal, a OIT destaca o aumento da tensão social no Chipre, República Checa, Grécia, Itália, Eslovénia e Espanha.

O aumento do desemprego, a crise económica e a deterioração das condições de vida são factores determinantes para o aumento do risco de confrontos violentos.

A OIT avaliou 71 países e constatou que o risco de agitação social subiu em 46 dos Estados, com particular enfoque na União Europeia, onde o risco subiu de 34% para 46%.